+^

Odebrecht TransPort

Desenvolve e opera empreendimentos de infraestrutura e de prestação de serviços ao cidadão nas áreas de mobilidade urbana e de rodovias e investe em sistemas integrados de logística que contribuem para o desenvolvimento e a melhoria da competitividade do país. A atuação da Odebrecht TransPort parte de projetos estruturados, por meio de concessões, parcerias público-privadas e sinergias com empresas privadas.

Trecho do Corredor Dom Pedro I, em São Paulo, operado pela Concessionária Rota das Bandeiras.

Empreendimentos dos quais a empresa participa

Mobilidade Urbana 
  • SuperVia: maior malha ferroviária urbana de passageiros do país, com 270 km e 102 estações. Transporta 540 mil passageiros por dia no Rio de Janeiro e em mais 11 municípios.
  • ViaQuatro: responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo (12,8 km), que transporta mais de 600 mil pessoas por dia.
  • Otima: serviço de mobiliário urbano na cidade de São Paulo, onde serão implantados 7.500 abrigos de ônibus e 12.500 totens informativos.
Rodovias
  • Concessionária Rota das Bandeiras: administra o Corredor Dom Pedro I, com 296,6 km, atravessando 17 municípios da Região Metropolitana de Campinas, Vale do Paraíba e Jundiaí, em São Paulo.
  • Concessionária Rota dos Coqueiros: opera o sistema viário da Reserva do Paiva (6,5 km), em Cabo de Santo Agostinho (PE).

 

  • Concessionária Rota do Atlântico: responsável pela construção, manutenção e operação do Complexo Viário e Logístico Suape/Expressway (PE), com 45 km.
  • Concessionária Bahia Norte: sistema de rodovias (121 km) que conectam o Centro Industrial de Aratu, o Terminal Portuário de Aratu, o Polo Industrial de Camaçari e o Aeroporto de Salvador.
  • Concessionária Litoral Norte: administra os 217 km da Estrada do Coco e da Linha Verde, na BA-099 (BA).
  • Concessionária Transolímpica: responsável pela construção e operação de via expressa (12,2 km), que ligará a Barra da Tijuca a Deodoro, no Rio de Janeiro (RJ).
  • ConectCar: atua em âmbito nacional no segmento de pagamento eletrônico de pedágios, estacionamentos e combustíveis.
Sistemas Integrados de Logística
  • Embraport: maior terminal portuário privativo de contêineres do país. Instalado no Porto de Santos, movimentará, quando concluído, 2 milhões de TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).
  • Logum: responsável pela construção de um sistema integrado de logística para transporte de etanol, que abrange cinco estados brasileiros (MG, MS, SP, GO e RJ).
  • Liquiport: operadora portuária que administra terminais de granéis líquidos, com capacidade estimada de 90 mil m³ no Porto de Vila Velha (ES).

Destaques em 2012

  • Investimento de R$ 284 milhões na SuperVia (o maior das últimas décadas), incorporação de 41 trens à frota e aumento da oferta de lugares para os passageiros de 266 mil para 1,2 milhão.
  • Conquista do projeto para implantar e manter o mobiliário urbano de São Paulo.
  • Aquisição e início de obras de terminais portuários de tancagem de líquidos no Espírito Santo, dando surgimento à Liquiport.
  • Conquista do projeto para a construção e operação da via expressa Transolímpica, no Rio de Janeiro.
  • Criação, em parceria com a Ultra (Ipiranga), da empresa ConectCar, de pagamento eletrônico de pedágio, estacionamento e combustíveis.
  • Continuação das obras do Terminal Embraport, com operação prevista para o primeiro semestre de 2013.
  • A rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, da Concessionária Rota das Bandeiras, tornou-se a primeira do Brasil com o sistema Free Flow: cobrança de pedágio proporcional ao trecho percorrido.

Prêmios e reconhecimentos

  • Média de aprovação de 96% dos usuários da Rota dos Coqueiros, em pesquisa de opinião realizada pelo Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais de Pernambuco.
  • Melhor índice de satisfação dos usuários (91,2%), obtido pela Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, conforme Pesquisa de Qualidade de Serviço realizada pelo Instituto Datafolha.