+^

Estaleiro Enseada do Paraguaçu

Acompanhando as demandas da indústria naval e os desafios postos à engenharia brasileira a partir do desenvolvimento da produção de óleo e gás no pré-sal, a Odebrecht participa do Estaleiro Enseada do Paraguaçu – EEP, voltado para construção, integração e reparos de unidades offshore, como plataformas, navios especializados e sondas de perfuração.

O EEP atua com duas unidades de negócios: Estaleiro Enseada do Paraguaçu, com o mesmo nome da empresa, às margens do Rio Paraguaçu, no município de Maragojipe (BA), e o Estaleiro Inhaúma, no bairro do Caju, no Rio de Janeiro, às margens da Baía da Guanabara.

Serviços de construção de navio no Estaleiro Inhaúma, no Rio de Janeiro (RJ): atendimento à demanda naval brasileira.

Destaques em 2012

A empresa assinou dois importantes contratos com a Sete Brasil e a Petrobras. Com a Sete Brasil, para a construção de seis navios sonda, no valor global de US$ 4,8 bilhões,
e com a Petrobras, para conversão de quatro navios do tipo VLCC em FPSOs, no valor global de US$ 1,7 bilhão. Os serviços de montagem das primeiras unidades já estão em andamento no Estaleiro Inhaúma.

Tiveram início as obras de construção do estaleiro às margens do rio Paraguaçu, com investimentos previstos de R$ 2,6 bilhões e início de operações em 2014.